Homem mata ex-mulher a facadas e se suicida com filha de 1 ano no colo

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2018 17h44 - Atualizado em 18/11/2018 18h20
Pixabay A bebê saiu da tragédia com ferimentos leves e passa bem

Um homem de 34 anos fez a ex-mulher e a filha de 1 ano e sete meses reféns em Itapira, interior de São Paulo. Depois de sete horas de negociações com a polícia, Marcos Roberto Parreira matou Larissa Carolina Bernardo a facadas e se matou dando um tiro em sua boca com a filha no colo. A criança foi resgatada com ferimentos leves.

Segundo a Polícia Militar, Marcos encontrou Larissa no shopping fazendo compras e a obrigou a entrar em um carro, arrastando-a em seguida para o interior de sua casa, junto com o bebê. Ela conseguiu usar o celular para pedir ajuda a familiares.

Ao ver que o ex-cunhado estava exaltado e fazia ameaças, uma irmã de Larissa acionou a polícia. Viaturas da PM e da Guarda Municipal cercaram o imóvel. No final da noite, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) assumiu as negociações e removeu o corpo de Larissa já sem vida.

A polícia ouviu um disparo durante a madrugada e resolveu invadir o imóvel. Parreira havia se matado com a criança no colo. Ela tinha um ferimento à faca no braço e precisou ser medicada, mas passa bem. O bebê está sob os cuidados de familiares da mãe.

A polícia Civil registrou o caso como cárcere privado, feminícidio e suicídio. Parreira já havia agredido a ex-mulher no último dia 28, mas por conta do período eleitoral, não pode ser preso. Ele já tinha sido preso anteriormente, acusado de sequestrar uma mulher.

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Mogi Guaçu. Larissa seria sepultada no fim da tarde, no Cemitério da Saudade, em Itapira.

*Com informações do Estadão Conteúdo