Tribunal do Rio mantém quebra de sigilo de Flávio Bolsonaro

Por 2 votos a 1, a Justiça decidiu manter a decisão do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal

  • Por Jovem Pan
  • 04/02/2020 15h43 - Atualizado em 04/02/2020 15h46
Pedro França/Agência SenadoO senador Flávio Bolsonaro (sem partido - RJ)

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decidiu por 2 votos a 1 manter a decisão que autoriza a quebra dos sigilos fiscal e bancário do senador Flávio Bolsonaro (sem partido- RJ). A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

O desembargador Carlos Amado, que havia votado na semana passada em favor de Flávio, foi derrotado pelas desembargadoras Mônica Tolledo de Oliveira e Suimei Cavalieri, que haviam pedido vista do processo e, nesta terça, votaram favoravelmente a decisão do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal. A decisão de Itabaiana foi dada em abril do ano passado.

Flávio, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, é investigado por um suposto esquema de “rachadinha” em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) enquanto era deputado estadual de 2007 a 2018.

As investigações começaram após relatório do Coaf, órgão de inteligência financeira atualmente ligado ao Banco Central, apontar movimentações financeiras atípicas na conta de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio.