Troca de acusações entre candidatos marca primeiro debate presidencial do segundo turno das eleições

  • Por Jovem Pan com EFE
  • 15/10/2014 00h16
Debate bandeirantes

O primeiro debate entre os candidatos à Presidência da República deste segundo turno foi marcado por diversas trocas de acusações entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).

Termos como “você deve estar mentindo”, “você deve desconhecer os números” e “você está inventando” estiveram presentes em  todo o encontro.

Realizado pela Rede Bandeirantes , o debate contou com cinco blocos, sendo quatro de perguntas de tema livre entre os candidatos e o último reservado para as considerações finais.

Ambos os candidatos participarão na quinta feira de um debate organizado pela Rádio Jovem Pan, o portal Uol e o canal SBT.

Destaques

Dilma usou sua declaração inicial para destacar que vai oferecer um “governo novo, com ideias novas”, dando ênfase na educação, na saúde e na segurança pública, três dos assuntos de maior interesse dos brasileiros. Ela também ressaltou o repasse de verbas dos programas sociais de seu governo, que permitiram que cerca de 40 milhões de pessoas saíssem da pobreza.

Já Aécio admitiu que o Brasil “melhorou muito nas últimas décadas”, com as privatizações feitas na década de 90 pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um de seus padrinhos políticos, e também entre 2003 e 2010, durante a gestão de Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, destacou que com Dilma no poder nos últimos quatro anos, o “Brasil deixou de melhorar”. Aécio afirmou que a atual presidente deixará uma “herança de inflação fora de controle, de perda de credibilidade e agravamento de todos os indicadores sociais”.

Em outro momento do encontro, Dilma defendeu o papel dos bancos públicos, que durante seu governo socorreram setores da indústria em crise com o incentivo ao crédito. Aécio criticou a falta de transparência nas contas públicas e garantiu que, se eleito, vai profissionalizar a gestão dos bancos. O candidato do PSDB aproveitou para questionar os índices de expansão da economia nos últimos anos.

No primeiro turno, Dilma recebeu 41,5% dos votos, enquanto Aécio obteve 33,5% da preferência do eleitorado.