TSE perdoa multa de José Serra, mas mantém as de Roberto Jefferson e PTB

  • Por Agencia Brasil
  • 17/09/2015 13h22
SP - ELEIÇÕES 2010/SERRA - POLÍTICA - O candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, concede entrevista em dia de visita às obras de ampliação da Avenida Jacu Pêssego até a cidade de Mauá, na região do ABC Paulista, nesta terça-feira. 05/10/2010 - Foto: WILLIAM VOLCOV/NEWS FREE/AEJosé Serra microfones

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram nesta quinta-feira (17), por unanimidade, cancelar a multa de R$ 5 mil aplicada a José Serra durante a campanha eleitoral de 2010.

Na época, Roberto Jefferson, que era presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), declarou apoio ao candidato José Serra, em rede nacional de rádio e televisão, antes do início da propaganda eleitoral.

A então relatora, ministra Nancy Andrghi, multou José Serra e Roberto Jefferson em R$ 5 mil cada, além de multar o PTB em R$ 7,5 mil.

O novo relator do caso, ministro Gilmar Mendes, acatou recurso de Serra, que argumenta que, apesar de ter sido beneficiado, não tinha conhecimento prévio da propaganda.

As multas a Jefferson e ao PTB foram mantidas.