Vale ‘provavelmente’ pagará por dano em linha férrea de Brumadinho, diz ministro da Infraestrutura

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2019 16h33
Cadu Rolim/Estadão ConteúdoPonte da linha férrea passa por cima do Córrego do Feijão

A mineradora Vale “provavelmente” vai pagar pela recuperação de linha férrea danificada após o rompimento de barragem em Brumadinho (MG), afirmou nesta quarta-feira (30) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas. O ramal afetado deve ser recuperado pela MRS, empresa de logística que opera no local afetado. A Vale é a dona da ponte férrea.

O ministro aproveitou ainda para destacar a “vantagem” de ter esse trecho sob concessão. “A linha férrea foi danificada, mas essa é a vantagem de ter trechos sob concessão. A ponte é da Vale, operada pela MRS. Quem vai recuperar é a própria concessionária. Provavelmente a Vale vai pagar a MRS. Mas isso não é nada perto do que aconteceu com as pessoas.”

A ponte da linha férrea, que passa por cima do córrego do Feijão, em Brumadinho, desabou na última sexta-feira (25) depois que a sua estrutura foi atingida pelo mar de lama que se formou após o rompimento de barragem de rejeitos de minério. Fora da agenda, nesta tarde Freitas se reuniu com o vice-presidente, Hamilton Mourão, em Brasília.

*Com informações do Estadão Conteúdo