Vale retira 487 pessoas da região de barragem em Barão de Cocais

  • Por Jovem Pan
  • 09/02/2019 15h29
Douglas Magno/Estadão ConteúdoBarragem da Mina do Gongo Soco deve passar por inspeção

A Vale informou neste sábado (9) que 487 pessoas de quatro comunidades rurais – Socorro, Piteira, Tabuleiro e Vila do Gongo – foram cadastradas e acolhidas após deixarem áreas próximas à barragem Sul Superior da Mina Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG).

Das pessoas, 243 estão em seis hotéis e as demais em casas de parentes. A barragem teve negado um laudo que garantia a condição de estabilidade da construção e o nível de possibilidade de rompimento foi aumentado por uma empresa de consultoria.

A mineradora também confirmou que uma empresa especializada em análise de estabilidade fará neste domingo nova inspeção na barragem e emitirá um laudo com suas considerações. A evacuação foi determinada pela Agência Nacional de Mineração (ANM).

A barragem Sul Superior é uma das dez a montante inativas remanescentes da mineradora, e faz parte do plano de aceleração de descomissionamento anunciado em 29 de janeiro, após o rompimento de estrutura em Brumadinho – que deixou 157 mortos.

*Com informações do Estadão Conteúdo