‘Vamos desmarcar muita coisa por decreto’, diz Bolsonaro sobre áreas de proteção ambiental

  • Por Jovem Pan
  • 11/07/2019 13h51
Marcos Corrêa/PRO presidente voltou a expressar vontade de transformar a Estação Ecológica de Angra dos Reis em "Cancún brasileira"

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarou, nesta quinta-feira (11), que está conversando com governadores para fazer uma revisão nas áreas de proteção ambiental do país e “desmarcar muita coisa por decreto”. Ele voltou a afirmar sua vontade em transformar a Estação Ecológica de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, em uma “Cancún Brasileira”.

Segundo Bolsonaro, seria utilizado “dinheiro de fora” para fazer tal mudança na baía. “O decreto que demarcou a Estação Ecológica só pode ser derrubado por uma lei. Conversei com o [Ronaldo] Caiado [governador de Goiás] neste sentido, com o governador do Pará [Helder Barbalho] também. Estamos conversando com vários outros governadores no sentido de nós nos unirmos e desmarcar muita coisa por decreto no passado para poder fazer com que o Estado possa prosseguir”, disse.

As declarações foram feitas durante um café da manhã realizado no Palácio do Planalto com parlamentares evangélicos. Durante o evento, o presidente a falou, ainda, que há um “aparelhamento” de legislação.

Em maio, Bolsonaro já havia afirmado que pretendia transformar a Estação Ecológica, local onde foi multado em 2012 por pesca ilegal, em uma “Cancún Brasileira”. Na época, ele já havia ressaltado o interesse em atrair turismo para a região com auxílio da iniciativa privada. “Hoje em dia o que sobrou para mim foi a caça submarina. Pretendo implementá-la ali na região de Angra. Lá é uma Estação Ecológica demarcada por decreto presidencial. Estamos estudando nesse sentido, né, revogar isso aí e abrir aquela área para fazer um turismo, realmente, que o Brasil merece. A iniciativa privada vai investir ali naquela região, e quem sabe nós tenhamos uma Cancún aqui na baía de Angra brevemente.”

*Com Estadão Conteúdo