Você está preparado? Com El Niño, verão começa na noite de hoje

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2018 18h41
Fábio Motta/Estadão ConteúdoAltas temperaturas já estão lotando praias, como a de Ipanema, no Rio de Janeiro

Apesar de as altas temperaturas indicarem que a estação chegou bem mais cedo no Brasil, o verão começa oficialmente às 20h23 desta sexta-feira (21) e – para alegria de uns e tristeza de outros – vai durar até o dia 20 de março de 2019. Nesta temporada, a estação que segue a primavera terá influência do fenômeno El Niño, caracterizado por aquecimento das águas.

O fim da estação das flores está sendo marcado por temperaturas altas, acima de 30º C. Segundo Fabiana Weicamp, meteorologista da Climatempo, a região Sudeste está sob a influência de um “bloqueio atmosférico” que impede a chegada de novas frentes frias desde o dia 10 de dezembro. Isso justifica o calor em todos os períodos do dia, inclusive à noite.

De acordo com Fabiana, esse bloqueio será rompido nos próximos dias e uma nova frente fria vai passar por São Paulo, aumentando as chances de chuvas. “São chuvas mais generalizadas, que podem acontecer desde as primeiras horas do dia, o que faz com que a temperatura diminua”, explica. “Vai dar um alívio nesse calorão.”

A temperatura máxima prevista para esta sexta-feira que antecede o feriado prolongado de Natal é de 33º C. A partir de domingo (23), as máximas devem cair, chegando a 27ºC. Na segunda (24), a temperatura pode cair ainda mais, com máxima de 22º C e mínima de 19º C em São Paulo, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Lagoa Rodrigo de Freitas

No Rio de Janeiro, as altas temperaturas, a falta de ventos e a maré baixa derrubaram os níveis de oxigênio e provocaram a morte de milhares de peixes na Lagoa Rodrigo de Freitas, na quinta-feira (20). De acordo com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), até 15h30, foram retiradas das águas 12,5 toneladas de animais mortos.

A morte decorre da proliferação de cianobactérias e fitoplânctons presentes no ecossistema. Elas aumentam com a elevação da temperatura e possuem um ciclo de vida rápido, mas consomem oxigênio ao morrer. A última medição mostrava início de anoxia nas águas da lagoa. Esse fenômeno nada mais é que a falta de oxigênio.

A secretaria municipal de Conservação e Meio Ambiente do Rio de Janeiro informou que a comporta do Jardim de Alah, entre os bairros cariocas de Ipanema e Leblon, está aberta desde a semana passada. Mas a maré baixa está dificultando a troca de água entre a lagoa e o mar, aumentando o risco de morte dos peixes que vivem no local.

Verão 2019

O mês de janeiro será marcado por pancadas de chuva frequentes sobre a região Sudeste. A circulação de ventos sobre a América do Sul vai manter os canais de umidade do Norte para o Sudeste do Brasil. Durante o mês de fevereiro, o fenômeno climático El Niño passa a mostrar suas principais características e a chuva deve diminuir.

Muitas áreas do Sudeste terão alguns períodos de tempo seco e, consequentemente, nestes dias, a temperatura pode subir bastante. A chuva ao final do mês deve acabar abaixo da média no Sudeste. Em março, as áreas de instabilidade retornam e a maior parte da região Sudeste fecha o mês com chuva dentro do normal para a época do ano.

*Com informações do Estadão Conteúdo