Você já planejou financeiramente o seu envelhecimento?

É preciso se preparar desde cedo para viver a melhor idade com segurança; levantamento mostra que 56% dos brasileiros ainda não têm reserva financeira

  • Por Conteúdo Patrocinado
  • 14/12/2020 20h19
Reprodução/YouTube/Bradesco SegurosA atriz Cissa Guimarães entrevista o cantor Gilberto Gil, homenageado do 15º Fórum da Longevidade, que foi realizado virtualmente devido à Covid-19

Durante o envelhecimento, passamos por mudanças no corpo, na mente e na rotina do dia a dia. É inevitável e todos passarão por isso. Mas, ao contrário do que se ouve por aí, a melhor idade não precisa ser uma fase de limitações. Muitos idosos aproveitam para curtir mais a família, realizar sonhos e objetivos que não puderam ser feitos antes e até mesmo investir e aumentar o patrimônio. Um dos alicerces para se ter um futuro seguro e tranquilo é a preparação financeira, principalmente para quem quer manter o padrão de vida após a aposentadoriaEsse foi um dos assuntos abordados pela especialista em comportamento e orientação financeira Ana Leoni no Fórum da Longevidade, evento realizado pela Bradesco Seguros, que neste ano discutiu “O Novo Futuro da Longevidade”. Leoni explica que o primeiro passo é identificar os excessos no orçamento. “Às vezes achamos que organizar o orçamento está muito mais relacionado em olhar as grandes despesas, mas no fundo o equilíbrio está nas pequenas coisas. Queremos ir três vezes por semana a um restaurante, ao passo que podemos ir uma”, conta a especialista. A preparação financeira e o controle de gastos devem começar o quanto antes, se possível, ainda na juventude. “Existem dois fatores importantes na vida financeira: tempo e dinheiro. Quando você começa aos 20 anos, você tem tempo pela frente, então o seu esforço financeiro pode ser menor. Agora, quando você já tem 40 ou 50 anos, o desafio se torna maior, mas ainda é possível”, afirma. 

Ainda que a reserva financeira seja um elemento importante para o futuro, a maioria das pessoas não têm dado atenção a esse aspecto da vida. Seis em cada dez brasileiros (56%) entraram na pandemia do coronavírus sem nenhum tipo de reserva, segundo pesquisa da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. De acordo com o estudo, a maioria que ainda não se aposentou espera contar com a Previdência Social para seu sustento quando entrar nessa fase da vida. Mas, confiar apenas no sistema previdenciário como garantia de um futuro tranquilo, pode resultar em frustração, já que a Previdência apresenta perdas. É importante que as pessoas diversifiquem os investimentos e apliquem suas economias em outras fontes de renda.

Mesmo em meio às incertezas provocadas pela pandemia da Covid-19, é possível tornar mais previsíveis alguns aspectos da vida, entre eles o financeiro. “É importante desmistificar o investimento porque ele é o veículo que vai te levar para seus objetivos. Todo mundo pode e deve investir”, afirma Ana Leoni. Para viver a melhor idade de forma plena e com mais segurança financeira, a melhor saída é começar a planejar e agir a partir de agora. Ao longo do Fórum da Longevidade, convidados e especialistas abordaram diferentes perspectivas sobre o envelhecimento, entre elas as finanças. A íntegra do evento está disponível no canal da Bradesco Seguros no YouTube. Clique AQUI e assista. 

Quinze anos debatendo o envelhecimento saudável

Desde 2006, o Fórum da Longevidade reúne especialistas das mais diversas áreas para oferecer uma abordagem ampla e multidisciplinar ao tema, além de enriquecer o debate a partir do olhar, conhecimento e da experiência de vida de artistas, empresários, jornalistas, atletas e personalidades do Brasil e do mundo que trouxeram maior projeção e visibilidade ao tema da longevidade. Neste ano, devido às restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, o Fórum da Longevidade promoveu o encontro digitalmente, com transmissão ao vivo pela internet. O homenageado deste ano foi o cantor e compositor Gilberto Gil, que aos 78 anos é exemplo de vitalidade, talento e criatividade para todos os brasileiros.