Briga por causa de ventilador em escola municipal termina com aluno baleado

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2015 09h25

Estudante é baleado por outro aluno após discussão dentro de escola pública em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo. Ferido no tórax, de raspão, e em um dos braços, Lázaro de Jesus Santos, de 21 anos, foi socorrido e está fora de perigo. Lázaro, que cursa o terceiro ano do ensino médio, foi baleado por outro estudante no início da noite desta quinta-feira (18).

A discussão que quase terminou em morte ocorreu na Escola Municipal Presidente Tancredo de Almeida Neves, localizada na Avenida Moacir da Silveira, 898, no Parque Santana. A briga começou dentro da sala de aula e foi motivada por um simples ventilador, como contou o professor Eneas, que leciona Química.

“Ele começou uma discussão devido ao ventilador. Nessa discussão, a aluna saiu e chamou o esposo, não sei se é esposo, que convive com ela. Ele entrou na sala de aula e foi tirar satisfação com o outro aluno (Lázaro). Nesse momento, eu vi ele levando a mão à cintura, mas pensei que ele estava blefando. Não imaginava”, conta o docente.

Separada a briga, o casal deixou a sala do professor Eneas, mas, em seguida, Lázaro pediu para ir ao banheiro. O professor autorizou, mas o seguiu, desconfiado de que ele pretendia continuar a discussão com o outro aluno, identificado como Pedro Amorim de Carvalho, de 38 anos, que cursa o supletivo em uma sala ao lado.

No pátio, Lázaro retomou mesmo a briga e desferiu um soco no rosto do adversário, que sacou uma arma e disparou três vezes. Os dois primeiros tiros falharam, mas o terceiro atingiu o tórax de Lázaro, de raspão, e percorreu até o braço.

A Guarda Civil Municipal, que já havia sido acionada, chegou logo em seguida, a tempo de prender o estudante Pedro, como contou o inspetor Vitor Silveira Martins.

“Quando o vigia chegou para abrir o portão, o indiciado já se encontrava querendo sair. Naquele momento, não sabia identificar quem era o indiciado e esse rapaz foi apontado por alguns alunos. Detive o rapaz, ele assumiu o fato e informou que havia dispensado a arma do lado de fora da escola. Conduzimos ele e localizamos a arma”, relata o inspetor.

O estudante Pedro Amorim de Carvalho foi conduzido ao Distrito Policial Central de Barueri, município vizinho, e autuado em flagrante por tentativa de homicídio.

Informação do repórter Jovem Pan Paulo Edson Fiore