Britânico neonazista pega prisão perpétua por tentar decapitar asiático

  • Por Agencia EFE
  • 11/09/2015 23h40

Londres, 11 set (EFE).- A Justiça britânica determinou nesta sexta-feira a prisão perpétua para um jovem de ideologia neonazista que tentou decapitar um homem de origem asiática em janeiro dentro de um supermercado do norte de Gales.

O juiz Rhys Rowlands impôs a pena máxima a Zack Davies, de 26 anos, pela tentativa de assassinato de Sarandev Bhambra, de 24 e natural de Leeds, escolhido por sua raça e que foi atacado pelas costas com um facão quando fazia compras em um mercado na cidade de Mold. Em virtude da legislação britânica, o magistrado impôs que Davies deve cumprir pelo menos 14 anos de prisão, antes de poder ser considerada a possibilidade de redução de pena.

Na frente do tribunal, Bhambra disse hoje que Davies é era “covarde”. De acordo com o processo, a perícia feita na casa de Davies encontrou materiais nazista e conteúdo relativo ao assassinato do soldado inglês Lee Rigby, decapitado em 2013 em uma rua de Londres por dois islamitas que foram detidos no ato e que cumprem prisão perpétua. EFE