Cameron pede que Putin respeite a “integridade territorial” da Ucrânia

  • Por Agencia EFE
  • 28/02/2014 17h43

Londres, 28 fev (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, conversou por telefone nesta sexta-feira com o presidente russo, Vladimir Putin, e expressou seu desejo que a Ucrânia mantenha sua “integridade territorial”.

Segundo um porta-voz de Downing Street, a residência oficial do primeiro-ministro do Reino Unido, Cameron disse a Putin que “todos os países devem respeitar a integridade territorial e a soberania da Ucrânia”.

O presidente russo “esteve de acordo” e “enfatizou que os exercícios militares da Rússia na área estavam previstos antes que se iniciasse a atual situação na Ucrânia”, informou o porta-voz.

A tensão aumentou na madrugada passada na Crimeia quando o ministro do Interior da Ucrânia, Arsen Avakov, denunciou o bloqueio por militares russos dos aeroportos de Simferopol e Sebastopol, o que foi negado pela Frota Russa do Mar Negro.

Cameron e Putin conversaram sobre a maneira como a comunidade internacional pode ajudar à Ucrânia “no caminho rumo à estabilidade”.

Ambos se mostraram de acordo também em que a melhor via para assegurar um “futuro positivo” para o país são eleições “livres e justas” nas quais “todo o povo da Ucrânia esteja representado”.

Segundo seu porta-voz oficial, o primeiro-ministro do Reino Unido declarou a Putin que a Ucrânia requer “um futuro que não envolva forçar os ucranianos a decidir entre Europa e Rússia”.

“Ambos estiveram de acordo em que a comunidade internacional deve considerar, além disso, como ajudar o governo interino a enfrentar a situação econômica”, declarou o porta-voz.

Cameron e Putin decidiram ainda seguir em contato para continuar dialogando sobre a situação na Ucrânia. EFE