Carne deve ficar mais cara para os brasileiros com exportações para a Rússia

  • Por Jovem Pan
  • 14/10/2014 09h07

O aumento das exportações para a Rússia elevou o preço da carne para o consumidor brasileiro. Moscou deixou de comprar da Ucrania e Estados Unidos e elegeu o Brasil para suprir sua demannda, um dos maiores mercados mundiais.

Desde agosto, o Ministério da Agricultura concedeu 100 novas autorizações para a exportação de bovinos, suínos, aves e miúdos. Em entrevista a Marcelo Mattos, o presidente da Abrafrigo, Péricles Salazar, ressaltou que, além das exportações, a seca no Brasil reflete na alta dos preços.

*Ouça os detalhes no áudio

O volume de exportações para a Rússia cresceu 13% desde agosto, com um grande incentivo: os preços cresceram 25% nas negociações. O vice-presidente da Associação Brasileira de Proteína Aninal, Rui Vargas, descartou que a prioridade internacional trará diminuição de carne no Brasil.

A Abrafrigo ressaltou que o preço da carne subiu 10% no mercado brasileiro em razão das exportações em alta e dos fatores climáticos. Nos supermercados, a sensação dos consumidores é de reajuste bem maior e muitos substituem a carne bovina pelas aves.