Carro-bomba explode ao lado da sede do governo somali e deixa quatro mortos

  • Por Agencia EFE
  • 21/09/2015 15h40

Mogadíscio, 21 set (EFE).- Pelo menos quatro pessoas morreram nesta segunda-feira e outras dez ficaram feridas por um atentado com carro-bomba detonado a poucos metros da porta do Palácio Presidencial de Mogadíscio, sede do governo somali, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

O atentado ocorreu por volta das 18h30 local (10h30 em Brasília) e foi cometido por terroristas suicidas que explodiram o carro desde seu interior.

Embora ainda não tenha sido reivindicado, a polícia suspeita de um novo ataque do grupo islamita Al Shabab, que atentou várias vezes neste lugar.

A explosão afetou gravemente o hotel SYL, situado na mesma rua e a muito pouca distância da sede governamental, lugar frequente de reunião e residência para muitos deputados somalis.

Os edifícios governamentais são um alvo recorrente do Al Shabab, que nos últimos anos atacou em várias ocasiões o Palácio Presidencial, o parlamento e vários hotéis muito frequentados por políticos e diplomatas.

Neste ano, cerca de cem pessoas morreram na capital da Somália como consequência dos ataques do Al Shabab, que, apesar de ter perdido grande parte de seu território e influência no sudoeste do país, ainda tem certa capacidade operacional para cometer atentados.

Al Shabab, que em 2012 anunciou sua adesão formal à Al Qaeda e que luta para instaurar um Estado islâmico de corte wahhabista na Somália, cometeu vários atentados terroristas contra políticos de alto nível e representantes governamentais em Mogadíscio. EFE