Carros vendidos na América Latina passarão por testes rigorosos de segurança

  • Por Jovem Pan
  • 09/08/2014 09h41

Os carros vendidos no Brasil e na América Latina passarão por testes rigorosos de segurança, principalmente no que diz respeito às cadeirinhas. Com critérios baseados em países europeus, a Latin NCap, é a responsável pelo projeto de instalação do equipamento de transporte para as crianças.  

Segundo a entidade, o principal agravante é a fixação inadequada do sistema de retenção infantil comprometendo a sua eficácia. A coordenadora nacional da ONG Criança Segura, Alessandra Françoia, disse que os testes são fundamentais, mas teme que a proposta seja a longo prazo.

*Ouça os detalhes no áudio

A Associação Brasileira de Medicina de Trafego alertou que o uso das cadeirinhas diminui em mais de 70% as mortes em acidentes. Falando a Cris Santos, o presidente interino da entidade, Roberto Douglas, destacou que algumas montadoras já demonstram essa preocupação.

A lei das cadeirinhas está em vigor desde setembro de 2010 e vale para o transporte de crianças até 7 anos e meio, com adequação do peso e idade. O descumprimento da lei é tido como gravíssimo, gera sete pontos na carteira e o valor da multa é de R$ 191,54.