Casa Branca revoga proibição de 40 anos a uso de câmeras durante visitas

  • Por Reuters
  • 01/07/2015 15h03
Visitantes tiram fotos durante tour da Casa Branca em Washington. 01/07/2015 REUTERS/Jonathan ErnstVisitantes tiram fotos durante tour da Casa Branca em Washington

A Casa Branca revogou nesta quarta-feira uma proibição de 40 anos ao uso de câmeras fotográficas durante visitas públicas à mansão executiva e convidou os visitantes a compartilharem suas fotos no Twitter com a hashtag #WhiteHouseTour.

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, anunciou a mudança em um vídeo no Instagram.

“Se você fez uma visita à Casa Branca, pode ter visto este aviso”, disse, levantando uma placa com as palavras “Proibidas Fotos e Redes Sociais”. “Bem, isso acabou”, acrescentou Michelle, rasgando o aviso e rindo.

A Casa Branca não deu um motivo para a alteração, mas declarou que algumas câmeras e acessórios, como os chamados “paus de selfie”, continuarão proibidos.

Câmeras de vídeo, câmeras com lentes destacáveis, tablets e tripés também continuarão sendo barrados. As câmeras de celulares e câmeras portáteis com lentes de até 7,6 centímetros serão permitidas, segundo a Casa Branca.

O relaxamento na regra para o uso de câmeras coincidiu com uma nova medida de segurança para a mansão executiva nesta quarta-feira: uma cerca com espetos para barrar invasores em potencial.

Pontas de metal serão afixadas no topo da cerca negra de ferro como medida temporária até que as autoridades instalem uma estrutura mais permanente no ano que vem.

As alterações foram motivadas por violações recentes da segurança na Casa Branca, como uma invasão em setembro passado durante a qual um homem pulou a cerca e correu rumo à mansão.