C.do Norte não convida China para aniversário de seu partido, diz imprensa

  • Por Agencia EFE
  • 21/09/2015 07h41

Seul, 21 set (EFE).- A Coreia do Norte não convidou autoridades da China para as celebrações do 70º aniversário do Partido dos Trabalhadores, sua data mais importante do ano, que festejará no dia 10 de outubro, informou hoje a agência sul-coreana “Yonhap”.

O regime de Kim Jong-un enviou convites a vários países da América Latina e da África, mas não a seu aliado histórico e principal suporte econômico, disseram à agência fontes de Pequim.

O aniversário do Partido dos Trabalhadores, cujo ato primordial será um grande desfile militar em Pyongyang, é marcado pelo possível lançamento de um foguete de longo alcance norte-coreano, o que pôs de novo em evidência as diferenças entre ambos os governos.

A Coreia do Norte anunciou na semana passada sua intenção de lançar um satélite ao espaço a bordo de um foguete de longo alcance por causa do aniversário, o que violaria as resoluções do Conselho de Segurança da ONU que proíbem o país de desenvolver tecnologia relacionada com mísseis balísticos.

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, reafirmou esta postura se referindo à Coreia do Norte, embora sem mencionar diretamente o país, e pediu à comunidade internacional para condenar qualquer ação que possa violar as resoluções do Conselho de Segurança da ONU ou que gere “instabilidade” na península coreana. EFE