C.do Sul mobiliza mais tropas para capturar soldado que matou companheiros

  • Por Agencia EFE
  • 23/06/2014 01h53

Seul, 23 jun (EFE).- O Exército da Coreia do Sul mobilizou nesta segunda-feira mais tropas para capturar o soldado ao qual mantêm rodeado em uma região montanhosa do país, depois que ele fugiu após matar a tiros cinco companheiros de sua unidade e ferir outros sete, informaram comandantes militares.

O suposto autor do massacre, um sargento de 22 anos identificado como Lim e que está armado, ignorou até agora os apelos das autoridades, com as quais trocou disparos, para que se entregue.

O sargento foi localizado pelo Exército no domingo em uma região montanhosa perto de um colégio situado cerca de dez quilômetros do posto militar onde no sábado disparou contra vários de seus companheiros.

“Começamos a mobilizar tropas hoje de manhã. Esperamos capturá-lo durante o dia de hoje, já que o localizamos e se irá debilitando após permanecer em fuga pelo terceiro dia”, disse um porta-voz do Estado-Maior sul-coreano à agência de notícias “Yonhap”.

Os fatos remontam ao sábado passado quando, após concluir seu turno, Lim detonou uma granada e abriu fogo com sua espingarda de forma indiscriminada em um posto situado na cidade de Goseong, na província de Gangwon (nordeste), próximo à Zona Desmilitarizada entre as duas Coreias. EFE