Ceagesp alerta que protesto de caminhoneiros prejudica abastecimento de frutas

  • Por Estadão Conteúdo
  • 24/02/2015 16h42

Funcionários da Ceagesp voltaram aos trabalhos normalmente na semana passada após protestos do último dia 14

Caminhões atuam no Ceagesp

O bloqueio realizado por caminhoneiros em estradas estaduais e federais deve prejudicar o abastecimento de frutas da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo (Ceagesp). Atacadistas do maior entreposto do País relatam que, já a partir desta semana, vão faltar nas feiras e mercados produtos como banana, mamão, morango e atemóia. 

Conforme comunicado da Ceagesp, as cargas dessas mercadorias estão paradas em Governador Valadares (MG) e nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte e Curitiba. Há carregamentos que estão retidos nas estradas desde o último domingo (22), o que já ocasionou a perda dos produtos. 

A Ceagesp registrou também uma retração de cerca de 10% na entrada de frutas produzidas na região Sul do Brasil, como melancia, maçã, pera e ameixa. Não há ainda o volume total das perdas, uma vez que boa parte dos caminhões ainda não chegou ao entreposto localizado na capital paulista. 

Outros alimentos

De acordo com a companhia, a situação que atrapalha o abastecimento de frutas não se estende a legumes, verduras e hortaliças. O motivo é que mais de 80% dessa produção é proveniente do cinturão verde, que compreende cidades da Grande São Paulo como Mogi das Cruzes, Suzano e Jundiaí.