Pelo menos nove pessoas morreram em tiroteio em centro comercial de Munique, dizem fontes policiais

  • Por Jovem Pan/AgênciaEFE
  • 22/07/2016 13h54
O centro de compras fica no distrito de Moosach

Pelo menos nove pessoas morreram no tiroteio ocorrido nesta sexta-feira em um centro comercial de Munique, informaram fontes policiais.

Por meio de sua conta na rede social Twitter, a polícia da capital da Bavária informou sobre o a articulação de uma grande operação em torno do centro comercial e pediu aos moradores que permanecessem em suas casas e saíssem das ruas da região.

Vários agentes da Polícia e ambulâncias cercam o centro Olympia, onde também há feridos, e helicópteros sobrevoam a área, situada no norte de Munique. 

A região foi isolada, o metrô foi fechado e segundo testemunhas citadas pela imprensa local ainda há clientes refugiados nas lojas do complexo. A polícia de Munique informou que há um “alto alerta terrorista” após o tiroteio realizado por três homens armados que estão em fuga. Em comunicado, a polícia disse que os autores do ataque usaram “armas longas”. Para facilitar a operação de busca aos criminosos, a polícia pediu aos motoristas que deixem as estradas que levam a Munique.

A estação central de trens da cidade foi evacuada, e o tráfego ferroviário em direção a ela foi suspenso e foi pedido aos cidadãos que deixem os lugares públicos, já que a situação é confusa. 

“Sobre o estado e o número das vítimas não há, por enquanto, informação confirmada”, informou a Polícia de Munique em um primeiro relato dos fatos, embora meios de imprensa locais falem que há entre três e seis mortos, além de vários feridos.

Segundo explicou a Polícia, a primeira ligação de uma testemunha foi recebida às 12h50 (horário de Brasília) e nela se alertava de um tiroteio em duas das ruas divisórias no centro comercial Olympia e depois no próprio complexo.

A Polícia da cidade posicionou todas as unidades disponíveis e conta com o apoio das forças especiais da Polícia Federal para procurar os autores do tiroteio.

“Como a situação ainda não está clara, pedimos a todas as pessoas na cidade que permaneçam em casa ou que busquem proteção em prédios próximos”, acrescentou a Polícia, que lembrou que todo o transporte público está por enquanto paralisado na capital bávara.

Atentado em trem aconteceu há poucos dias

O caso ocorre dias após um homem com um machado atacar cerca de 15 pessoas em trem em Würzburg na última segunda-feira (18). A polícia alemã confirmou quatro feridos, sendo três em estado grave. Outras 14 pessoas estavam em estado de choque. Mais cedo, a polícia havia informado que havia entre 10 e 15 feridos.

O rapaz de 17 anos provavelmente agia sozinho e foi influenciado pela propaganda do Estado Islâmico, afirmou nesta quarta-feira (20) o ministro do Interior do país, Thomas de Maizière.

Durante a semana os investigadores ainda tentavam descobrir a verdadeira identidade do acusado, que chegou ao país pedindo asilo em 2015, junto da família.