Cerca de 200 trabalhadores são soterrados em mina ilegal na África do Sul

  • Por Agencia EFE
  • 16/02/2014 10h23
Cerca de 200 trabalhadores são soterrados em mina ilegal na África do Sul

Nairóbi, 16 fev (EFE).- Cerca de 200 mineradores estão soterrados em uma mina abandonada na cidade de Benoni, a leste de Johanesburgo, informaram neste domingo (16) fontes médicas citadas pela agência sul-africana de notícias “Sapa”

O trabalho de busca e retirada de sobreviventes já foi iniciado, com a preparação de equipamentos de resgate e a montagem de uma clínica para atender as vítimas.

Uma grande rocha, que ainda não pôde ser retirada devido ao risco de deslizamento, bloqueia o acesso à mina. As equipes de socorro conseguiram se comunicar com cerca de 30 trabalhadores que estão retidos na parte superior do poço da mina, e foram informadas que há cerca de 200 pessoas soterradas.

Os mineradores foram localizados quando uma equipe de serviços de emergência que passava pelos arredores da mina abandonado ouviu gritos procedentes do poço.

Aparentemente, nenhum dos 30 sobreviventes que estão mais perto da superfície está gravemente ferido, mas não se sabe a situação dos que estão em outras áreas da mina, informaram as fontes consultadas pela agência “Sapa”.

A exploração de minas aparentemente abandonadas é um fenômeno habitual na África do Sul e em todo o continente africano. O valor total de ouro extraído das minas ilegais na África do Sul ultrapassa o equivalente a R$ 1,3 bilhão por ano – valor que nutre uma rede mafiosa nacional e internacional.