Chegada de imigrantes à Europa salta dois terços no começo de 2015; UE busca acordo

  • Por Reuters
  • 08/07/2015 15h53
Imigrantes descansam após desembarcarem em porto da Sicília, na Itália. 23/06/2015 REUTERS/Antonio ParrinelloImigrantes descansam após desembarcarem em porto da Sicília

O número de imigrantes em busca de proteção na União Europeia subiu 68 por cento nos primeiros cinco meses de 2015 em comparação com o mesmo período no ano anterior, informou a União Europeia nesta quarta-feira, em um momento de disputas entre os Estados membros do bloco sobre como dividir esse fardo.

Ministros da UE responsáveis pela questão da imigração vão se reunir na quinta-feira para avaliar detalhes de um plano voltado para reduzir o número de imigrantes que se arriscam na perigosa travessia do mar para a Europa, ao mesmo tempo em que estabelece formas de ajuda para países da UE no Mediterrâneo -especialmente Itália e Grécia- para lidar com o fluxo de pessoas.

Os Estados membros rejeitaram uma proposta da Comissão Europeia, o Executivo da UE, que obrigava os países a dividir os imigrantes e estão negociando compromissos voluntários. “O trabalho ainda está em andamento”, disse um diplomata à Reuters nesta quarta-feira.