Chile quer ampliar negócios e investimentos no Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2014 11h11

O governo do Chile busca ampliar negócios e investimentos no Brasil após registrar alta de 17% nas exportações no primeiro semestre. Em São Paulo, a entidade que promove ações do governo chileno realiza um evento com mais de 400 reuniões com empresas nacionais.  

O objetivo é aumentar ainda mais as exportações para o Brasil e consolidar a presença de produtos chilenos no varejo do país. O ministro da Economia, Luis Felipe Céspedes, afirmou que o Chile é um país aberto a negociações com países donos de 85% da riqueza mundial.

*Ouça os detalhes no áudio

Com um crescimento médio de 4,7% na última década, o Chile é visto como um exemplo para industriais e empresários brasileiros. O vice-presidente da Fiesp, Abdo Haddad, disse a Victor La Regina que a chave para a estabilidade econômica do Chile está na baixa carga tributária.

Os itens mais exportados do Chile ao Brasil no primeiro semestre são produtos do mar, que tiveram alta de 42%, e vinhos, que cresceram 24%. Destacam-se também os produtos agropecuários, com aumento de 11% e frutas secas de 24%.