China condena fundador do movimento “Novo Cidadão” a 4 anos de prisão

  • Por Agencia EFE
  • 26/01/2014 00h08

Pequim, 26 jan (EFE).- Um Tribunal de Pequim condenou neste domingo Xu Zhiyong, fundador do movimento civil “Novo Cidadão” que pede transparência ao Governo, a 4 anos de prisão por “alteração da ordem pública”.

A sentença, anunciada pelo Tribunal Intermediário Número 1 de Pequim, chega depois do julgamento realizado na quarta-feira contra Xu, no qual o ativista guardou silêncio como protesto pelas condições nas quais aconteceu a audiência, para a qual não lhe deixaram convocar as testemunhas que ele pedia e que aconteceu a portas fechadas e sob um forte controle policial. EFE