China recupera 620 tartarugas introduzidas ilegalmente no país

  • Por Agencia EFE
  • 30/08/2015 08h37

Pequim, 30 ago (EFE).- As autoridades chinesas anunciaram neste domingo o confisco de 620 tartarugas introduzidas ilegalmente no país a partir do Vietnã e que eram destinadas à venda como iguarias gastronômicas.

A Polícia fronteiriça da região autônoma de Guangxi (sul) encontrou a carga em 15 caixas escondidas em um caminhão que supostamente transportava mariscos congelados, informou a agência oficial “Xinhua”.

Entre os animais, de diversas espécies do sudeste asiático, figuravam 510 exemplares protegidos legalmente na China.

As tartarugas eram destinados ao mercado negro da província sulina de Cantão, onde são consideradas um manjar. EFE