Chuva deixa 24 mil pessoas isoladas no litoral de Honduras

  • Por Agencia EFE
  • 08/01/2014 18h25

Tegucigalpa, 8 jan (EFE).- Cerca de 24 mil pessoas de várias comunidades do litoral caribenho de Honduras estão isoladas por danos em estradas e pontes por causa das chuvas torrenciais dos últimos dias derivadas de uma frente fria, informou nesta quinta-feira o diretor da Comissão Permanente de Contingências (Copeco), Lisandro Rosales.

“Há 24 mil pessoas isoladas e 110 em albergues em várias comunidades dos departamentos de Colón e Atlántida”, afirmou o diretor à Agência Efe.

Ele acrescentou que, nas últimas horas, na cidade de La Ceiba caíram 225 milímetros de chuva. Contudo, as condições começaram a melhorar, e espera-se que essa tendência continue amanhã.

A frente fria obrigou à Copeco a declarar ontem “alerta vermelho” (retirada obrigatória) em Atlántida e Colón. Enquanto isso, o “verde” (preventiva) é mantido para Cortés, Islas de la Bahía, Yoro e no norte de Olancho.

Rosales informou que há algumas comunidades sem comunicação em Atlántida e Colón, por danos nas cabeceiras de pontes e estradas, mas que a recuperação das vias já está sendo feita.

A Capitania dos Portos segue mantendo medidas restritivas a pequenas e médias embarcações até que as condições do clima se normalizem. EFE