Chuva fraca interrompe aumento do Cantareira, que mantém 20,2%

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2015 10h24

Represa-reserva JaguariRepresa-reserva Jaguari

O Sistema Cantareira teve seis dias consecutivos de aumento de volume, mas a chuva fraca registrada até a manhã deste sábado (06) fez com que o manancial mantivesse a porcentagem de sexta (05), 20,2%. No entanto, se for retirada do cálculo a reserva técnica adicionada em 2014, esse número despenca para -9,1%.

Todos os demais reservatórios administrados pela Sabesp registraram acúmulo do volume pluviométrico de 0,2mm, mas, assim como para o Cantareira, não foi o suficiente para um bom resultado.

Entre aqueles que apresentaram queda, o Alto Tietê foi o que menos sofreu: passou de 21,9% para 21,8%. Já o Alto Cotia, o Rio Grande e o Rio Claro caíram 0,2% e atingiram 66,9%, 92,2% e 55,7%, respectivamente.

O Guarapiranga, que é um dos principais sistemas de abastecimento da cidade de São Paulo, teve a maior queda entre os mananciais ao baixar de 79,4% para 79,4%.