Cicloativistas se manifestam na Avenida Paulista após Justiça mandar parar obras

  • Por Gustavo Aguiar/ Jovem Pan
  • 20/03/2015 09h44

Protesto de ciclistas contra a decisão da Justiça de interromper obras de ciclofaixas e ciclovias Marlene Bergamo/Folhapress rotesto de ciclistas contra a decisão da Justiça de interromper obras de ciclofaixas e ciclovias

Uma manifestação de ciclistas contra a determinação judicial de paralisar as obras nas ciclovias em São Paulo interditou a Avenida Paulista, justamente o único local que terá continuidade na construção da via exclusiva, no sentido Paraíso, na noite desta quinta (19).

Segundo a PM, cerca de 100 ciclistas trafegaram ao longo de toda a via, ocupando todas as faixas e causando bloqueio no trânsito.

A maior parte deles pertence a ONG Ciclocidade, que divulgou um manifesto de repúdio à decisão da justiça sobre as ciclovias.

Nesta quinta, cicloativistas invadiram uma entrevista coletiva concedida na sede do Ministério Público pela promotora que assinou a ação.

Eles rechaçam argumentos usados pelo MP, segundo o qual a sociedade civil não teria sido consultada pela prefeitura para a implementação das obras.

A prefeitura classificou como “sensata” a decisão judicial que autorizou a continuidade das obras na Avenida Paulista.

Além disso, o município informou que a Procuradoria Geral irá apresentar todos os dados e relatórios que se fazem necessários para esclarecer a questão.

As faixas exclusivas para bicicletas são uma das principais bandeiras da gestão de Fernando Haddad e estão entre as metas da gestão. Até agora, o prefeito entregou 235 km dos 400 km que prometeu até o fim do ano.