Com artilharia antiaérea e dinamite, bando rouba carro-forte em MS

  • Por Estadão Conteúdo
  • 06/06/2017 20h01
Carro forte ficou praticamente destruído após explosão por dinamite na cidade de Amambaí

Criminosos usaram fuzis e uma metralhadora antiaérea de calibre ponto 50 para parar e assaltar um carro-forte da empresa Brinks, nesta terça-feira, 6, em Amambaí, Mato Grosso do Sul. O veículo seguia pela rodovia MS-156, quando foi ultrapassado por um veículo com seis homens armados. Os tiros de fuzil atingiram os pneus e o blindado tombou fora da pista. Os criminosos dispararam rajadas de metralhadora para obrigar o motorista e três seguranças a saírem do veículo e usaram dinamites para explodir o carro-forte.

A explosão foi tão forte que destruiu a carroceria blindada do veículo e espalhou o dinheiro por toda a área. De acordo com a Polícia Civil, o carro-forte seguia de Dourados para abastecer com dinheiro o posto bancário do 17.º Regimento do Exército, em Amambaí, além de uma agência do Banco do Brasil em Tacuru. Depois da explosão, os criminosos pegaram os malotes que estavam inteiros e mandaram os vigias recolherem parte do dinheiro espalhado.

O bando fugiu levando ainda duas escopetas calibre 12 e dois revólveres do segurança. Três quilômetros à frente, eles atearam fogo na SUV sobre a pista e teriam fugido numa caminhoneta em direção ao Paraguai. O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) da Polícia Militar fez um cerco na região, mas ninguém foi preso. A Brinks informou que apura o acontecido e colabora com as investigações das autoridades.