Com crise econômica, cresce em 30% procura da rede pública de saúde

  • Por Jovem Pam
  • 21/07/2015 11h20

Os dados da Pesquisa Nacional de Saúde mostram que as internacções no sistema único são mais frequentes no Norte (73SUS Hospital

Aumento do desemprego faz população abandonar convênio particular e movimento da rede pública de saúde cresce 30% nos últimos 6 meses. Em 12 anos, a população atendida pelo sistema de saúde suplementar registrou incremento de 65% de 31 milhões de pessoas pulou para 51 milhões por conta do crescimento econômico. Na desaceleração, o movimento inverso acontece porque, ao perder o emprego, a maioria abandona o plano de saúde por falta de dinheiro . 

Desde março, os hospitais e ambulatórios de especialidades da rede estadual já sentem essa demanda migratória.  A constatação é do secretário estadual da Saúde, David Uip. “É um aumento exuberante. Algo extremante preocupante. É difícil elaborar estratégias com esse aumento crescente de pacientes”, relata.

No estado de São Paulo, quase 40% da população  tem plano de saúde. No entanto, a crise econômica ameaça superlotar o sistema público e agravar os problemas da saúde pública.

As informações são da repórter Jovem Pan Renata Perobelli.