Com juro alto, inadimplência cresce pelo sexto mês consecutivo

  • Por Jovem Pan
  • 20/05/2014 07h39

O juro alto complicou a vida do brasileiro e a inadimplência cresceu pelo sexto mês consecutivo, segundo a Serasa Experian. As dívidas bancárias e títulos protestados subiram 7% em abril em relação a março.

A tendência de endividamento e calote deve se manter em maio devido aos gastos com o “Dia das Mães”. Em entrevista a Renata Perobelli, o economista da Serasa , Luís Rabi, disse que o cheque especial e o cartão de crédito são os vilões da vez.

*Ouça os detalhes no áudio

Em um ano, a circulação de cheques caiu cerca de 10% demonstrando baixa no consumo e substituição por outros meios, como cartão. O economista Flávio Calife, da Boa Vista SCPC, explicou que com poucas folhas compensadas, caiu automaticamente o número de cheques sem fundos.

Até o momento, Serasa e Boa Vista não registram aumento no calote de cobrança dos prestadores de serviços como telefone, água, luz.  Elas esperam queda na inadimplência após a Copa com a quitação de dívidas como empréstimos, cheque especial e cartão de crédito.