Com o prestígio em queda, Dilma aumenta em 10% o Bolsa Família

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2014 12h23

Com o prestígio em queda em ano eleitoral, Dilma Rousseff aumenta em 10% o Bolsa Família, tentando subir nas pesquisas. A presidente da República leu discurso preparado pelo marqueteiro João Santana e aprovado pelo ex-presidente Lula.

Sob o pretexto de comemorar o Primeiro de Maio, Dilma anunciou, também, reajuste de 4,5% na tabela do Imposto de Renda para 2015. A presidente da República busca simpatias da classe média baixando a tributação e dos setores mais pobres, subindo a renda mínima.

*Ouça os detalhes no áudio

A presidente da República saiu em defesa dos aumentos reais para o salário mínimo, com críticas às teses da Oposição. Sem fazer qualquer referência aos rombos causados no Orçamento da Previdência Social, Dilma Rousseff promete manter essa política;

Apesar de já ter chamado o desempenho econômico do País em seu Governo de “pibinho”, em campanha Dilma Rousseff diz outra coisa. Para a presidente da República, a economia está cada vez mais forte enquanto a inflação é mantida sob controle. Embora tenha autorizado a ruinosa compra da refinaria de Pasadena, Dilma Rousseff diz que quem quer destruir a Petrobrás são os outros.

A presidente da República garante que vai exigir punição para todos que rasparam os cofres da petroleira. Ela garante que essa dinheirama já melhorou o sistema viário, os trens e os metrôs nas cidades brasileiras.