Combate na zona tribal do Paquistão mata 10 insurgentes e 3 soldados

  • Por Agencia EFE
  • 09/01/2014 06h05

Islamabad, 9 jan (EFE).- Um conflito armado na região Waziristão do Sul, no oeste do Paquistão, causou a morte de dez insurgentes e três soldados, informou nesta quinta-feira à Agência Efe uma fonte do Exército.

“Um grupo de terroristas atacou ontem à noite o posto militar de Green Ridge. Os soldados revidaram e pelo menos dez dos insurgentes morreram”, explicou o porta-voz das Forças Armadas, Abid Ali Askari.

O Waziristão do Sul é um dos sete distritos que conformam o cinturão tribal na fronteira com o Afeganistão, um território que nunca esteve sob completo domínio do Estado do Paquistão.

As áreas tribais servem de refúgio para um amplo leque de grupos talibãs, jihadistas e militantes da rede Al Qaeda e são cenário frequente de incidentes violentos como atentados e operações das Forças Armadas.

Após uma operação militar de grande escala em 2009, o Waziristão do Sul ficou em boa parte sob controle do Exército paquistanês e deslocou os núcleos insurgentes para a região vizinha do Waziristão do Norte, onde ocorrem a maioria dos incidentes violentos.

As dificuldades de acesso a essa região remota e montanhosa fazem com que seja praticamente impossível confirmar com fontes independentes as informações fornecidas pelo aparelho de segurança. EFE