Comissão da Verdade de SP discute enterro de pessoas como indigentes

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2014 10h19

A Comissão da Verdade de São Paulo discute o enterro de pessoas como indigentes e quer melhor entrosamento entre serviços funerários e IMLs. A Câmara Municipal paulista avaliou o caso como gravíssimo e questionou a falta de um departamento unificado de identificação dos mortos.

Outra dúvida durante audiência realizada nesta terça-feira em São Paulo foi o fato de as famílias das vítimas identificadas não terem sido avisadas. O presidente da Comissão da Verdade da Câmara dos Deputados, Gilberto Natalini, criticou a falta de comunicação entre os órgãos.

*Ouça os detalhes no áudio

O Ministério Público realiza agora o trabalho de identificação e procura das famílias das 3 mil pessoas sepultadas como indigentes, entre 1999 e 2013.

À repórter Renata Gaspari, a promotora pública Eliana Vendramini criticou os trabalhos do Serviço de Verificação de Óbito e falou das buscas por familiares.

A Comissão da Verdade vai trabalhar num projeto de lei que alinhave as tarefas do serviço funerário com as de verificação de óbito e das delegacias.

Familiares interessados em saber sobre parentes desaparecidos podem ligar no Ministério Público de São Paulo. Telefone 3119-7183.