Comportamento digital de crianças e adolescentes é desafio para pais e educadores

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2014 07h22

Pais e educadores têm dificuldades para lidar com comportamento digital de crianças e adolescentes. A exposição nas redes sociais e o desconhecimento sobre as atividades dos filhos são os principais problemas.

A falta de supervisão abriu espaço para crimes virtuais, roubo de dados e até mesmo acarreta em danos ao computador. Uma pesquisa da AVG mostra que 97% das crianças brasileiras usam  a internet.

O ingresso no ambiente online ocorre cada vez mais cedo: 54% com idade entre 6 e 9 anos têm Facebook. A coordenadora do núcleo de pesquisa em psicologia de informática da PUC, Rosa Maria Farah, destacou que o cenário é novo para os pais.

A professora acrescentou ainda que as crianças correm risco de de roubo de dados, pedofilia e bullying. Em entrevista a Carlos Aros, a psicóloga Juliana Cunha, da ONG Safernet, lembrou que os pais são os principais responsáveis pela segurança dos filhos.

Juliana recomenda também  que o tempo dos filhos em frente ao computador seja regulado. Os pais devem estar atentos aos termos e condições de acesso às redes sociais por menores de idade.