Comprar ingressos de última hora exige cuidados

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2015 12h06
DIVULGAÇÃOSuper Liga das Escolas de Samba espera lotação do Sambódromo do Anhembi em 2010

No “Defenda-se”, o advogado especialista em direitos do consumidor Arthur Rollo sugere cuidado a quem tenta comprar ingressos para um desfile de escolas de samba na última hora.

Quando a venda é feita fora do local oficial, a entidade promotora não se responsabiliza por qualquer dano.

Há riscos de os ingressos serem falsificados, ou os abadás não passarem de meras imitações confeccionadas, por exemplo.

Rollo diz para desconfiar do preço e conhecer a idoneidade do vendedor.