Confrontos após tentativa de roubo de gado deixam 100 mortos no Sudão do Sul

  • Por Agencia EFE
  • 19/04/2014 15h04

Juba, 19 abr (EFE).- Cerca de cem pessoas morreram em dois dias de confrontos que começaram após um ataque promovido por homens armados que tinham o objetivo de roubar cabeças de gado em uma cidade do estado de Warrap, no Sudão do Sul, informaram neste sábado fontes governamentais.

O secretário da Informação desse estado, Paul Dhel Gum, citado pela imprensa local, disse que o ataque aconteceu na quinta-feira e que os enfrentamentos se estenderam até ontem.

Pelo menos 20 mortos viviam na cidade de Alabek, e outros 85 eram membros do grupo armado que foram alvejados por policiais e moradores.

Os confrontos entre tribos rivais por cabeças de gado são frequentes no Sudão do Sul, que se tornou independente do agora vizinho Sudão em 2011.

Desde dezembro do ano passado, o jovem país é, além disso, palco de um conflito armado entre o exército e insurgentes desde que o governo acusou o ex-vice-presidente Riak Machar de uma tentativa de golpe de Estado.

Como parte desta escalada da violência, homens armados da tribo Dinka atacaram na quinta-feira uma base da ONU na cidade de Bor onde se refugiavam membros do clã Lou Nuer, causando dezenas de mortes. EFE