Confrontos entre exército e jihadistas no Líbano matam 6 civis

  • Por Agencia EFE
  • 26/10/2014 16h39

Beirute, 26 out (EFE).- Pelo menos seis pessoas – dois civis e quatro militares – morreram e outras dez ficaram feridas neste domingo no norte do Líbano, vítimas dos confrontos entre o exército e combatentes jihadistas.

A Agência Nacional de Notícias (ANN) disse que elementos armados atacaram um contingente militar na estrada que liga as cidades de Hanin e Mahmara, na região de Akkar, na fronteira com a Síria, quando perseguiam um grupo de extremistas.

“Pelo menos quatro militares morreram, dois oficiais e dois soldados, e outros nove ficaram feridos”, informou a “ANN”.

A agência disse que os combates ocorrem nas regiões de Dhur Bahnin, Beit Ajaj, Rihaniyeh e Nahr el Bared.

A “ANN” também disse que há baixas entre os mujahedins – mas não deu números – e que um civil palestino ficou ferido ao ser atingido por uma bala perdida no campo de refugiados de Nahr el Bared.

Diante da piora da situação no norte do Líbano, o ministro da Educação, Elias Abu Saab, anunciou hoje que os colégios públicos e particulares permanecerão fechados amanhã, e os líderes políticos e religiosos de Trípoli pediram um cessar-fogo imediato.

Desde o início do conflito na vizinha Síria, em março de 2011, aumentaram os atentados, sequestros, confrontos armados e outros atos violentos no Líbano, dividido entre os partidários e opositores do presidente sírio, Bashar al Assad. EFE