Conservadores vencem eleição local e premiê do Reino Unido pode vencer em junho

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 05/05/2017 08h47
Theresa May - EFE

O Partido Conservador, da premiê Theresa May, conseguiu ganhos significativos nesta sexta-feira em eleições locais, avançando sobre territórios há tempos controlados pela principal sigla da oposição, o Partido Trabalhista, e praticamente acabando com a presença do Partido Independência UK (UKIP), contrário à imigração.

As disputas por cadeiras nas assembleias distritais na Escócia, no País de Gales e em partes da Inglaterra, bem como em uma série de prefeituras de novas cidades, poderia apontar para uma grande vitória de May em uma eleição nacional em 8 de junho.

A primeira-ministra disse que a vitória no próximo mês a fortalecerá no diálogo com a União Europeia sobre os termos da saída do país da UE, o chamado Brexit.

As eleições locais foram realizadas na quinta-feira para 88 assembleias na Escócia, em Gales e na Inglaterra, por 4.851 cadeiras. Os números publicados online pela rede BBC, que cobrem cerca de um terço dos resultados, mostravam os conservadores com 568 assentos, um ganho líquido de 161, e os trabalhistas com 127 postos a menos.

Na Inglaterra e em Gales, o UKIP, cuja mensagem contrária à UE ajudou a impulsionar o Brexit para a agenda política nos últimos anos, não conseguiu um único assento, perdendo os 41 que detinha

Os resultados iniciais de ganhos do Partido Conservador podem ser um sinal de que eles ampliarão sua maioria quando os eleitores disputarem a eleição nacional. Uma pesquisa com mais de 2 mil eleitores em 2 e 3 de maio do instituto YouGov mostrou 33% de apoio para os conservadores e 25% para os trabalhistas, com os demais votos para partidos menores, abstenções ou indecisos.