Consumo das famílias tem pior nível da história em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 24/06/2014 08h59

A alta da inflação, baixo crescimento e cenário socioeconômico resultam no pior nível histórico do Índice de Intenção de Consumo das Famílias em São Paulo. O indicador da Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismos do Estado recuou 5,1% em maio em relação com o mês anterior.

E em comparação com o ano anterior, o cenário é ainda de mais cautela, a queda foi de 11,4%. Em entrevista a repórter Cris Santos, o assessor econômico da Fecomércio, Fábio Pina, relatou os motivos para uma queda tão expressiva.

*Ouça os detalhes no áudio

Segundo a análise, os segmentos que compõem o índice tiveram retração de abril para maio, mas o destaque fica para os bens duráveis. Mas, para o Diretor de Relações Institucionais da Alshop, Luis Augusto Ildefonso da Silva, todos os setores foram atingidos.

Além da alta da inflação e do cenário econômico instável, outros fatores podem ter contribuído para a desaceleração. Desabastecimento de água, greves, manifestações e os jogos da Copa do Mundo, eventualmente, podem ter influenciado a população paulistana.