Contingenciamento diminui vagas para formação de novos oficiais da PM em SP

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2016 15h30
SP - ENTREGA ESPADINS/ALUNOS-OFICIAIS PM - GERAL - O Secretário da Segurança Pública de SP, Mágino Alves Barbosa Filho, participa da cerimônia de entrega de espadins aos novos 248 alunos-oficiais na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB), em São Paulo (SP), na manhã desta terça-feira (24). A solenidade representa o início do curso de Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, destinado à formação de oficiais. O espadim é o símbolo do cadete e acompanhará o aluno durante os três anos do curso bacharelado. 24/05/2016 - Foto: CHELLO FOTÓGRAFO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOMágino Alves Barbosa Filho

O secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, admitiu que o número de vagas para a formação de novos oficiais da corporação da Polícia Militar será menor neste ano por causa de um contingenciamento de recursos da pasta.

Mágino Alves, que participou da cerimônia de entrega de espadins aos 248 novos cadetes da Academia de Polícia do Barro Branco, nesta terça-feira (24), não detalhou se os cortes atingem também outras áreas da Secretaria.

No entanto, o secretário esclareceu que a redução das vagas pela metade não farão falta e serão compensadas.

“Estamos vivendo um momento de contingenciamento de recursos. Vamos tentar aumentar o número de vagas. Provavelmente ter turmas maiores no futuro. Mas hoje, a situação financeira do País permite um crescimento mais reduzido e, não se preocupe a população de São Paulo, porque a formação do policial militar continuará gozando dos mesmos níveis de excelência de antes da crise financeira”, explicou.

Se mantida a procura do ano passado e com a redução de vagas de 248 para 130, o concurso público para a Escola de Oficiais, poderá ser mais concorrido que cursos tradicionais como Medicina e Direito. São 117 candidatos por vaga no Barro Branco, em 2016, contra 71 na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

*Informações da repórter Carolina Ercolin