Coreia do Norte começa a fabricar emblemas com os rostos dos três Kim

  • Por Agencia EFE
  • 08/07/2015 10h08

Seul, 8 jul (EFE).- A Coreia do Norte começou a fabricar insígnias que incluem pela primeira vez o rosto do atual líder do regime, Kim Jong-un, junto ao de seu avô e seu pai, para celebrar o 70° aniversário do partido único, informa nesta quarta-feira um jornal sul-coreano.

Até agora, os populares emblemas usados pelos norte-coreanos incluíam os rostos, juntos ou separadamente, de Kim Il-sung, fundador do país e avô do atual líder, e de Kim Jong-il, pai de Kim Jong-un falecido em 2011.

Sabe-se que em 2012, pouco após sua ascensão ao poder, Kim Jong-un ordenou a fabricação de alguns que só aparecem seu rosto para repartir entre as elites norte-coreanas.

Segundo precisou uma fonte anônima ao jornal “Choson Ilbo”, o novo “pin” com três rostos está sendo fabricado no distrito de Pyongchon, em Pyongyang, para que os representantes do Partido dos Trabalhadores usem nas celebrações do dia 10 de outubro, quando será comemorado o 70° aniversário de sua fundação.

As insígnias que serão usadas pelos membros do partido único (diferentes das que podem usar um cidadão comum) incluem a bandeira vermelha do Partido dos Trabalhadores de fundo e são consideradas um grande símbolo de status no sigiloso país asiático.

Segundo especialistas sul-coreanos consultados pelo “Choson Ilbo”, a produção destes novos emblemas representa uma nova passagem para legitimar o jovem Kim (cuja idade é desconhecida, mas suspeita-se que supera por pouco os 30) à frente de um regime caracterizado por um culto exacerbado com seus líderes.

Muitos olhos estão postos nas celebrações do aniversário do partido, uma data na qual o regime de Pyongyang poderia aproveitar para anunciar algum avanço em seu programa de mísseis balísticos e armas nucleares. EFE