Coreia do Sul bloqueia 3 províncias para conter gripe aviária

  • Por Agencia EFE
  • 27/01/2014 01h48

Seul, 27 jan (EFE).- As autoridades da Coreia do Sul impuseram a partir desta segunda-feira um bloqueio de 12 horas em todas as fazendas de aves de três províncias do país para conter a propagação da gripe aviária depois que foram detectados vários casos.

A medida, que entrou em vigor as 6h (horário local, 19h de Brasília de domingo), proíbe o movimento ou transferência de qualquer animal, veículo ou pessoas de todas as fazendas ao mesmo tempo que ativa a inspeção e esterilização das fontes de infecção.

A medida foi imposta horas depois que neste domingo foi detectado um novo caso de gripe aviária em uma fazenda de patos a apenas 80 quilômetros da capital sul-coreana.

O primeiro caso de influenza aviário foi detectado no país no dia 16 de janeiro em uma fazenda do condado de Gochan, a cerca de 300 quilômetros a sudoeste de Seul, e desde então foram identificados focos em um total de 17 granjas, enquanto as autoridades realizam análise em outras 22.

Até o momento 640 mil aves, a maioria patos, foram sacrificadas no país como medida preventiva e se espera que outras 810 mil sejam eliminadas nas próximas horas.

As autoridades sul-coreanas informaram que a cepa H5N8 com a qual foram infectadas as aves não representa uma ameaça imediata para os humanos, como ocorre com o resto das de gripe aviária. EFE