Costa Concordia prepara-se para atracar em Gênova, onde será desmantelado

  • Por Agência EFE e Jovem Pan
  • 27/07/2014 05h01
Costa Concórdia chega ao porto de Gênova para ser demolido

Roma, 27 jul (EFE).- O cruzeiro Costa Concordia, que iniciou sua viagem de remoção no dia 23 de julho de 2014 desde a ilha do Giglio, está em águas da de costa de Gênova. A embarcação será atracado no porto da cidade para ser desmantelado.

Após sua chegada ao porto, os técnicos encarregados das operações do Costa Concordia iniciarão as manobras convenientes para atracar a embarcação, um processo que durará cerca de seis horas.

O desmantelamento desta embarcação de 290 metros de comprimento e 61 de largura durará 22 meses e será realizada em duas áreas dentro do porto genovês: o estaleiro de Prà-Voltri e o de Sampierdarena. Em Prà Volti, o cruzeiro permanecerá quatro meses nos quais os trabalhadores do porto retirarão todo tipo de mobília que não seja metálica.

Posteriormente, o Costa Concordia será transferido para o estaleiro de Sampierdarena, onde se procederá a sua demolição, transformado já em uma enorme massa metálica.

A tragédia aconteceu na noite do dia 13 de janeiro de 2012 quando o cruzeiro, no qual viajavam 4.229 pessoas, encalhou e naufragou no litoral de Giglio enquanto estava sob as ordens do capitão Francesco Schettino. No acidente, 32 pessoas morreram e 64 ficaram feridas.