Cratera no chão “engole” oito Corvettes em museu nos EUA

  • Por Agencia EFE
  • 13/02/2014 16h02

Washington, 13 fev (EFE).- Uma cratera com mais de dez metros de profundidade aberta no chão do Museu Nacional Corvette, em Bowling Green, no Kentucky, “engoliu” oito veículos esportivos de coleção preservados no salão Sky Dome, informaram nesta quinta-feira as autoridades.

Em declarações ao “Courier Journal”, de Louisville, o porta-voz do museu, Bob Bubnis, disse que os funcionários do museu conseguiram retirar da zona de perigo pelo menos outros 17 veículos desta mítica linha esportiva da Chevrolet (General Motors).

Seis dos veículos que caíram no buraco são de propriedade do próprio Museu, enquanto outros dois – um Zpyder ZR-1 modelo 1993 e um Blue Devil ZR1 modelo 2009 – pertenciam a GM e estavam no local em qualidade de empréstimo.

Um Corvette preto (1962), um Millionth branco (1992), um 40th Anniversary vermelho rubi (1993), um Hammber Z06 bege (2001) e um 1.5 Millionth branco (2009) foram os outros carros “engolidos” pela surpreendente cratera.

No entanto, um Corvette modelo 1983, um veículo considerado insubstituível, passou imune ao incidente e não sofreu qualquer espécie de estrago, tendo em vista que os bombeiros liberaram a entrada de alguns funcionários para garantir que o mesmo estava em um local seguro.

A fábrica da GM indicou ao jornal citado que não há modelos de produção do Corvette 1983, ou seja, o único protótipo que restou é o que estava no museu e conseguiu ser salvo.

O museu Nacional Corvette se encontra a um quilômetro e meio da montadora da General Motors em Bowling Green, onde esses lendários esportivos são montados.

As câmaras de vigilância no interior do museu mostram o momento exato em que solo começa a ceder por baixo de dois Corvettes.

O diretor do museu, Wendell Strode, informou que, na hora do incidente, não havia ninguém no local, enquanto a porta-voz do museu, Katien Frasinelli, ressaltou que o valor do prejuízo ainda não foi calculado. EFE