Cresce número de reclamações de assédio contra imigrantes após votação do Brexit

  • Por Estadão Conteúdo
  • 28/06/2016 12h22
londres - togo

O número de incidentes sobre assédio a imigrantes no Reino Unido cresceu após a votação que determinou a saída do Reino Unido da União Europeia, na passada quinta-feira (23).

Nesta terça-feira (28), um grupo de homens brancos com camisas pedindo pela “repatriação de imigrantes” começou a gritar contra uma família turca a poucas quadras do Parlamento.

Adalet Abdullatif, de 28 anos, mora em Istambul e afirmou que a família veio visitar parentes e “mostrar alguns lugares turísticos para nossas crianças”.

“De repente, estes homens aparecem do nada e começam a gritar conosco, nos mandando para casa. Pensamos que eles iam nos atacar”, disse o turista, complementando que “foi assustador para nós e nossos filhos”.

No centro de Manchester, houve confronto em um trem onde três adolescentes começaram a gritar com um homem para ele ser deportado. Em um determinado momento, um deles atirou um líquido no cidadão.

Segundo a polícia, há casos de vandalismo e grafite com mensagens xenófobas se espalhando pelas ruas e prédios de Londres.