Criminosos atacam bases da Polícia Militar na capital paulista

  • Por Estadão Conteúdo
  • 11/07/2016 10h59
DETALHE FURO NA PAREDE INTERNA DO POSTO PROVOCADO PELA BALA A BASE DA POLICIA MILITAR DO BAIRRO QUINTINO II ZONA NORTE DE RIBEIRAO PRETO SP SOFREU ATENTADO NA MADRUGADA DESSA QUARTA FEIRA DE ACORDO COM O BOLETIM DE OCORRENCIA FEITO PELA PM DUAS PESSOAS DE MOTO DISPARARAM QUATRO TIROS POR VOLTA DAS 3H21 AS BALAS ATINGIRAM AS PAREDES DO POSTO POLICIAL UM ORELHAO E UM VEICULO DA POLICIA QUE ESTAVA NO PATIO TRES POLICIAIS ESTAVAM NO POSTO NO MOMENTO DOS DISPAROS MAS NINGUEM FICOU FERIDO. FOTO LUIS CLEBER 17 AGOSTO 2011Base PM

Pelo menos duas bases comunitárias da Polícia Militar foram atacadas por bandidos armados, na madrugada desta segunda-feira (11), nas zonas norte e leste da capital paulista. Policiais militares em viaturas também foram atacados a tiros na zona norte. Ninguém ficou ferido. 

O primeiro ataque aconteceu no Jaçanã. Dois homens em uma moto passaram em frente à base da PM e atiraram várias vezes. Na fuga, eles também atiraram contra uma veículo que tentava persegui-los.

Minutos depois, a base comunitária de Guaianases, na zona leste, foi atacada por quatro homens divididos em duas motos. Eles atiraram e fugiram em alta velocidade. 

Há informações ainda não confirmadas de ataques contra PMs na área do Butantã, na zona oeste, e em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. 

Policiais deram alertas aos colegas pelo sistema de comunicação da PM e também pelas redes sociais. 

A polícia investiga a motivação das hostilidades.