Crise econômica esquenta debate sobre legalização dos jogos de azar

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2016 15h42
Máquinas caça-níquel sendo destruídas em Brasília em 2007; jogos

Com as contas públicas no vermelho e sinal de alerta ligado na economia tem impulusionado o debate sobre novas fontes de recursos ao país. Em meio às possibilidades esquenta o debate em torno da legalização e taxação decorrente dos jogos de azar.

O Congresso Nacional conta com dois projetos prontos para serem votados, um na Câmara e outro no Senado. Mesmo assim, entidades associadas à Receita, à Polícia Federal e ao Ministério Público avaliam que o país não está pronto para as consequências.

Os efeitos vindos da legalização dos jogos de azar seriam a corrupção, a sonegação e a lavagem de dinheiro. E a falta de tradição em explorar o setor transformou o processo de consolidação da jogatina no Brasil em um forte tabu.