Croácia pede à Sérvia que reencaminhe refugiados para outros países

  • Por Agência Brasil
  • 22/09/2015 11h32
Refugiados caminham por vias de trem na Hungria

O primeiro-ministro croata, Zoran Milanovic, pediu nesta terça-feira (22) à Sérvia que reencaminhe os refugiados para a Hungria e Romênia, além da Croácia, libertando assim as 35 mil pessoas que chegaram à fronteira da Sérvia nos últimos dias.

“Eu não acuso a Sérvia, mas peço que enviem os migrantes para a Hungria, Romênia e Croácia também e, em seguida, nós vamos encaminhá-los a todas as direções”, disse o chefe do governo croata aos jornalistas.

Belgrado deixou de enviar refugiados para a Hungria desde quarta-feira passada (16), quando um muro de arame farpado bloqueou a fronteira com a Hungria.

A declaração do primeiro-ministro croata é feita no mesmo dia em que os ministros do Interior da União Europeia se encontram a fim de buscar uma solução para a crise dos refugiados. A Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) lançou um deafio aos países da União Europeia para que mostrem “se são verdadeiramente uma união, com uma política comum, ou apenas um conjunto de países que atuam individualmente”.