Cuba declara alerta em quatro províncias por passagem de tempestade Erika

  • Por Agencia EFE
  • 28/08/2015 21h19

Havana, 28 ago (EFE).- Cuba decretou nesta sexta-feira o estado de alerta em quatro províncias devido à proximidade da tempestade tropical Erika, que atualmente atinge a República Dominicana e deve avançar em direção ao Haiti.

O Estado-Maior da Defesa Civil da ilha ativou o alerta para Guantánamo, Santiago de Cuba, Granma e Holguín, e estabeleceu a fase “informativa” para outras regiões do leste como Las Tunas, Camagüey e Ciego de Ávila, de acordo com uma nota divulgada por meios oficiais.

O órgão indicou que essas medidas foram adotadas devido à trajetória oeste-noroeste seguida por Erika, que pode causar chuvas fortes e localmente intensas de Guantánamo a Ciego de Ávila, assim como ventos de 65km/h a 100 km/h que acompanham a tempestade.

A Defesa Civil advertiu que as províncias ameaçadas pela tempestade tropical precisam avaliar os possíveis impactos de intensas chuvas e deslizamentos de terra, principalmente nas cidades e regiões montanhosas.

As autoridades também recomendaram a adoção de forma “oportuna e racional” das disposições para que sejam protegidas as pessoas e os recursos da economia, e pediram aos organismos estatais e à população que se mantenham “atentos” às orientações e aos relatórios do Instituto de Meteorologia.

Erika está a cerca de 120 quilômetros ao sudoeste de Santo Domingo, capital da República Dominicana, após passar pelo Caribe Oriental, onde deixou aproximadamente 20 mortos na ilha Dominica.

Embora Cuba espere que a atual temporada de ciclones na bacia do Atlântico Norte, no Golfo do México e no mar do Caribe seja “pouco ativa”, os meteorologistas da ilha insistiram na preparação para enfrentar qualquer eventualidade. EFE